#030: Carta aberta enviada ao Conselho de Anciães da CCB

Em 24 de março de 2019, enviei uma carta ao Conselho de Anciães da CCB, via e-mail. Acredito que ela resume meu posicionamento atual, em relação a diversos aspectos sobre a homossexualidade e o sistema religioso em geral, embora minha experiência religiosa seja restrita às práticas da CCB.

Com o tópico de ensinamento 10*, da 84ª Reunião Geral de Ensinamentos da CCB, realizada  em abril de 2019, ficou claro e documentado o quanto necessitamos de orientações de amor e acolhedoras, próprias de cristãos legítimos.

Se você conhecer irmãos do Ministério que, aberta ou implicitamente, no mínimo não nos lancem no inferno sem ao menos refletir um pouco sobre o peso que suas palavras possuem (por serem do Ministério e disseminadores de “verdades” “legítimas”), fique à vontade para enviar essa carta a eles.

Você pode ler a carta baixando o PDF aqui:

Tudo o que Deus fez é bom e nada é recusável, se recebido com gratidão (1 Timóteo 4: 4). Além disso, tudo foi feito por meio d’Ele e para Ele; sem Ele nada subsiste (Romanos 11:36; Colossenses 1:16-17 etc.). Não há condenação para os que estão em Cristo, e a prova de que estamos em Cristo são as obras de amor, aqueles frutos DO Espírito em nós! O amor é a prova da salvação, pois não há ninguém que ame e não seja nascido de Deus (1 João 4:7 etc.).


*texto 31 do blog


Tags: LGBT, homossexualidade, gay, lésbica, transexual, cristão, CCB, Congregação Cristã no Brasil.

2 comentários sobre “#030: Carta aberta enviada ao Conselho de Anciães da CCB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s