#011: Novas de alegria

É com muita alegria que compartilho com todos vocês a minha seguinte percepção: a igreja (enquanto organização religiosa) está passando por mudanças, por boas mudanças! Lentas, mas mudando para abraçar a todos!

Quem acompanha os posts e textos que publico pode perceber que, embora eu seja gay, não sou assumido e estou “fora do meio”: sou um cristão com porte bastante tradicional.

No entanto, ainda que ninguém saiba que eu sou gay (porque não manifesto meus sentimentos, ainda), muitos que conversam comigo (amigos próximos, alguns familiares, auxiliares de jovens, cooperadores de jovens etc.) quando estamos tratando da leitura de temas da Bíblia, do amor de Deus etc. sempre têm demonstrado interesse pela questão da salvação dos homossexuais.

Eles têm percebido que não é uma mera escolha nossa, que em muitos casos (senão todos? não sei!) as pessoas nascem assim, simplesmente. Até alguns mais radicais dizem isso: não é escolha dessas pessoas!

Nas conversas que tenho com eles (sempre tentando compreender o amor de Deus, a predestinação, a missão dos cristãos, e outros temas gerais), eles sempre tendem à questão da homossexualidade e isso não para nos condenar, mas para nos entender. E eles mesmos sempre chegam à conclusão razoável: se nascem assim, não é legítimo que não tenham condições de entrar no céu (como muitos criam ou ainda creem).

Acredito que Deus escolha as coisas que parecem “loucas” para confundir as que parecem “sábias”. Acredito que fazemos parte do plano de Deus em revelar o mistério de Cristo: o amor sem distinção. Acredito que, pouco a pouco, vamos todos chegando a esse conhecimento.

É triste que alguns (muitos!) tenham que sofrer até que esse conhecimento se concretize, mas tenho por certo que não esperamos a recompensa apenas aqui nesta vida, mas teremos grande regozijo nos céus, quando a plenitude do reino de Deus se manifestar em todos os corações.

Enquanto isso, tenho certeza também de que todos podemos estar, ainda hoje, no “Paraíso” de Deus, pois, assim como eu tenho plena convicção da minha salvação, tenho certeza que cada cristão sincero sentirá o mesmo. Essa convicção não se dá pelas minhas obras, ainda que aos olhos de todos elas pareçam boas, mas pela paz e amor imenso que sinto em mim, fruto da graça de Deus: sou salvo pela grande misericórdia de Deus.

Convém, porém, que quem sente essa paz e esse amor, resplandeça a luz de Cristo em tudo, fazendo com que o reino de Deus, que é essa paz divina e amor sempiterno, se manifeste a todos, afinal, o desejo Dele é que todos se salvem.

Deus abençoe e revele Cristo em nossos corações e por meio de nós, que também somos cristãos!

Tags: CCB; gay; homossexual; homoafetivo; cristão; crente; Congregação Cristã no Brasil; LGBT; homo ccb.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s